Dica: Tiara de Flores

Oiiiii...
Isso mesmo. Tiara de Flores, não estou falando de noivas e muito menos de criança. rsssss
Tiaras de flores para nós, mulheres antenadas, moças modernas, meninas arrumadinhas, etcccc

Vejam só..






Notaram que não precisamos ter cabelo enorrrme, basta ter personalidade e estilo certo pra usar..rssss
Não me vá colocar um arranjo desses com terninho né..kkkk
Mulheres mais executivas com certeza não irão se adaptar.

bjoskassss


Os diferentes tipos de olhos. Como maquiá-los?

Na hora de maquiar os olhos sempre lançamos mãos de algumas instruções genéricas, como “defina o côncavo”,  “ilumine a área abaixo da sobrancelha”, “faça um V para marcar o canto exterior”, entre diversas outras… Será que isso funciona para todo mundo? Basicamente sim.
Acontece que nem todo mundo tem os olhos iguais. Os formatos variam muito e a técnica que funciona muito bem para uma pessoa pode ter resultados desastrosos em outra. Por isso, pesquisei algumas diquinhas para tirar o melhor proveito do efeito das sombras de acordo com o formato dos nossos olhos. Os formatos ainda podem ser básicos, mas com certeza há algum com o qual você irá se identificar. São eles:
Este formato é totalmente proporcional e simplesmente não há nada para tentar se corrigir. O básico da maquiagem se aplica aqui: passe uma sombra (de cor de clara a mediana) na pálpebra inteira e contorne a linha dos cílios (superiores e inferiores) com sombra mais escura. Defina o côncavo. Una a marca do côncavo ao contorno dos cílios superiores numa marca “V”, reforçada com sombra mais escura, esfumando bem. Se desejar, destaque os olhos com delineador como preferir.
O make para este tipo de olhos pode ser super flexível. Escolha a técnica e o efeito que quiser. Brinque bastante!
Quando há uma distância grande entre os olhos, a maquiagem pode criar a ilusão de proximidade. O segredo está em reforçar o canto interno dos olhos com sombra levemente mais escura, pois assim eles parecerão mais próximos. O mesmo para o côncavo, vá do canto interno do olho até no máximo o centro. Se quiser, crie uma “barreira” ótica aplicando sombra mais escura também no canto externo dos olhos, comcuidado para não ultrapassar de maneira nenhuma os limites da pálpebra. Não é aconselhável que se “puxe” olhos de gatinho, pois o efeito irá acentuar mais ainda a distância entre os olhos.
Mas reparem que as duas belas moças acima não estão nem aí para isso e preferem usar a maquiagem como bem entenderem, certas vezes de modo a ressaltar ainda mais a distância entre os olhos.
O oposto do caso acima. Neste caso, quanto mais o foco estiver no canto externo dos olhos, melhor. Defina o côncavo da metade dos olhos para fora e aplique sombra escura extrapolando os limites da pálpebra. Delineado do tipo “gatinho” também é uma boa pedida para alongar a distância entre os olhos, principalmente se for feito somente a partir da metade dos olhos em direção à área externa. Aplique rímel preferencialmente nos cantos externos dos cílios. Não esqueça do iluminador no canto interno dos olhos, para aumentar mais ainda a ilusão de distância.
Os olhos mais saltados podem ser suavizados com efeitos de sombra e luz. Tente escurecer todo o contorno dos olhos, começando pela linha d’água dos cílios superiores e exteriores. O côncavo e a linha dos cílios devem ser reforçados com sombra mais escura. A idéia é criar efeitos de sombras para parecer que os olhos estão mais profundos. O delineado pode ir do canto interno até ultrapassar o canto externo, tanto na pálpebra superior quanto na inferior, engrossando o traçado na direção externa. A intenção é “achatar” um pouco os olhos.
Olho fundo? Quanto mais “luz” na área, melhor. Por isso, em primeiro lugar, use uma sombra iluminadora em toda pálpebra. Você até pode escurecer um pouco a área do côncavo e o canto exterior os olhos, mas sem marcar muito. Evite passar maquiagem escura no canto interno dos olhos, prefira iluminar essa área. Não use tons muito luminosos logo abaixo da sobrancelha, pois essa área normalmente já é mais alta e destacada neste caso.
Lápis branco na linha d’água inferior, para os olhos parecerem maiores (aumentar a área branca). Uma sombra luminosa por toda a pálpebra e no canto externo uma sombra levemente mais escura. Aplique curvex de maneira intensa e rímel(principalmente no canto externo), para abrir bem o olhar. Não se esqueça de passar o rímel nos cílios inferiores também! Cuidado com o lápis preto na linha d’água: ele diminui mais ainda os olhos! Nesse caso, se quiser delinear os olhos, é melhor fazê-lo só por fora, tanto na linha dos cílios superiores quanto na inferior.
Esse é o meu tipo! Pálpebra encoberta, côncavo escondido. É um saco, pois a sombra só aparece se você está de olhos fechados (e a maquiagem borra com muito mais facilidade)!
Procure criar a impressão de que tem mais pálpebra à mostra. Na aplicação da cor escolhida para a pálpebra superior, procure ultrapassar o côncavo. Defina o côncavo mais alto do que definiria normalmente. Na pálpebra inferior, logo abaixo dos cílios, aplique a cor do canto externo até somente o centro dos olhos. Procure focar o delineador também do centro dos olhos até o canto externo, num traçado mais fino.Iluminador abaixo das sobrancelhas? Pode, mas bem rente a sobrancelha, para colaborar com o efeito de pálpebras aumentadas.
E o mais importante: esqueça os produtos cremosos ou oleosos demais! Vão borrar, manchar ou transferir, com certeza!
Bom, tudo é isso que eu deveria fazer…! Mas eu faço o que consigo! hehehe
No caso em que o formato dos olhos é meio “caidinho”, principalmente no canto externo inferior, a solução é tentar voltar toda a atenção para a parte superior. Evite passar maquiagem na área inferior, principalmente lápis preto, pois isso só intensifica mais ainda o caidinho dos olhos.
Trabalhe a área superior, sempre de maneira a levantar o olhar. Procure reconstruir o amendoado dos olhos, aplicando a sombra mais escura voltada para o canto externo superior dos olhos, ultrapassando área da pálpebra e do côncavo, criando um efeito de “olhos de gatinho”. O delineador também deve ser aplicado na direção do final da sobrancelha, sempre puxando para cima nos cantos externos. O traçado pode ser mais fino, quase imperceptível na parte interna dos olhos e ir engrossando até a parte externa, ou simplesmente começar a partir da metade dos olhos.  
Reforce a sobrancelha e aplique um pouco de iluminador logo abaixo dela. Capriche no rímel nos cílios superiores, principalmente na parte externa. Nessa caso, tufinhos de cílios postiços nessa área podem ajudar. Iluminador no cantinho interno dos olhostambém é bem vindo!


Entenda mais sobre a pele seca.

Agora vamos falar sobre a pele seca, que também precisa de cuidados especiais.Vejamos!!
Um dos problemas que mais incomoda o público feminino é a oleosidade excessiva, mas a falta de óleo também não é saudável para o rosto. Aprenda a identificar e a tratar da pele seca para ficar bela em todos os sentidos.
Muita gente acredita que a pele seca sofre de falta de água - mas isso não passa de um grande mito. Na verdade, o excesso de água pode fazer com que ela fique ressecada.
"Um dos fatores que deixa a pele seca é tomar banhos muitos demorados e com água muito quente"
Fatores externos, como sol, vento e poluição, mudanças bruscas de temperatura e falta de hidratação correta são um dos principais motivos que levam ao ressecamento epidérmico.
A pele seca também pode ser conhecida como ‘xeratose’ e não possui idade para surgir. Até mesmo crianças podem ter esse problema, que se caracteriza por textura fina, poros invisíveis, pouca elasticidade e tendência à descamação, podendo também acarretar envelhecimento precoce, vermelhidão, coceiras e até mesmo sangramentos.
Ambientes onde o ar seco predomina também são propícios para o ressecamento da pele.
"Para quem convive nesse tipo de ambiente é recomendável o uso de um climatizador, que irá purificar e filtrar o ar".
Existem alguns tipos de materiais que contribuem para o ressecamento da pele.
"Materiais como níquel e cromo, presentes em jóias e bijuterias, além do látex de preservativos, luvas de borracha, fones de ouvidos, etiquetas, curativos e elásticos são alguns deles"
Substâncias presentes em cosméticos e perfumes, produtos para cabelo, sabão em pó e amaciantes de roupas também contribuem.
Mesmo com tantos fatores que fazem com que a pele fique ressecada, existem produtos e cuidados que tratam e previnem o problema. O uso de cosméticos com base oleosa na composição são uma boa pedida. Hidratantes com componentes antioxidantes, como vitamina E, A e C, também auxiliam na prevenção.
"A freqüência da hidratação depende do produto usado. Ela pode ser feita duas vezes ao dia, com uma formulação mais leve para o dia e outra mais pesada para uso noturno. O produto para uso diurno deve conter filtro solar"
Como um dos fatores que mais facilita para que a pele fique seca é o banho quente. Tomar banho morno e não demorar é essencial, combinando com o uso de sabonetes neutros e hidratantes hipoalergênicos. Para que o tratamento tenha êxito, deve-se sempre procurar um profissional para que ele faça o diagnóstico e possa solucionar o problema. Tomando as devidas precauções e seguindo a orientação do seu dermatologista, a oleosidade da sua pele ficará na medida certa.
O excesso de banhos (vários banhos em um curto espaço de tempo) é outro fator que favorece a pele seca. Ás vezes higiene demais pode atrapalhar. A pele deve ter uma camada de óleo que a protege contra organismos invasores e a torna impermeável. Banhos excessivos e a esfregação constante provocam a eliminação dessa proteção oleosa.
“Se o banho em excesso for imprescindível por motivos profissionais ou exigências higiênicas de qualquer natureza evite o uso de sabões fortes e de grande abrasividade, prefira sabonetes suaves ou neutros (sabonetes de bebês são ótimos).”
Esse problema é comum em atletas que ainda estejam estudando, em médicos e outros profissionais que se banhem ou que tenham que lavar as mãos constantemente. Nadadores também podem ter a pele seca devido aos produtos químicos agressivos da água das piscinas.
As condições extremas de frio ou calor podem provocar a evaporação da camada de óleo e a perda acentuada de líquidos. Por isso as pessoas que vivem em desertos e que frequentam muito ambientes fechados e com ar-condicionado reclamam muito da pele seca.

Dicas para quem tem pele seca
Analise o ambiente que te cerca: Se o clima do lugar em que vive é muito seco (pode ser frio ou quente); acostume-se a ter um umidificador de ambientes ou espalhe recipientes com água pela casa (ou escritório) ou mesmo toalhas molhadas nos cômodos mais freqüentados.
Lembre-se de proteger a pele ao ar livre com protetor solar ou produtos hidratantes. Os hidratantes devem ser usados durante todo o dia. Dê preferência sempre aos que contenham elementos como: glicerina, uréia, ácido piroglutâmico, sorbitol, ácido lático e ácidos hidroxialfa.
Fuja de desodorantes que possam irritar a pele; esses produtos ainda causam mais ressecamento e as irritações podem ser incômodas e dolorosas.
Procure um dermatologista para uma avaliação mais técnica e detalhada.
No geral, a pele seca melhora muito com uma lavagem pela manhã com sabão cremoso, uso de hidratante e filtro solar; uma limpeza á tarde com aplicação de mais hidratante e filtro solar e a noite uma nova limpeza e nova hidratação.
Fazer uma limpeza de pele a cada noventa dias ajudará muito a renovar as células da pele e a remover qualquer sinal de cravos e espinhas que, por ventura, tenham aparecido.

Observação
Se aparecerem coceiras incapacitantes, rachaduras que sangram ou a pele ficar constantemente vermelha e irritada; corra para o médico e siga o tratamento à risca. Esses sintomas só se agravarão e acabarão adquirindo cronicidade.

Curiosidades
  • A pele seca tem a aparência de pele áspera, sem brilho e com pouca elasticidade.
  • As pessoas com pele seca têm grande tendência a desenvolver rugas.
  • A pele seca está propensa a ter linhas de expressão mais rapidamente que os outros tipos de pele.
  • A pele seca tende a rachar com muita facilidade.
  • A pele seca é comum, especialmente em indivíduos mais velhos (além da meia idade).
  • A pele seca pode se tornar irritada e freqüentemente coça – às vezes, ocorre esfacelamento da pele em pequenos flocos e escamas. A descamação freqüentemente afeta as pernas.
  • A pele extremamente seca (ictiose) pode ser conseqüencia de uma doença descamativa hereditária, como ictiose vulgar ou hiperceratose epidermolítica. A ictiose também é resultado de distúrbios não-hereditários, como a hanseníase (lepra), a hipoatividade da tireóide, os linfomas, a AIDS e a sarcoidose.
Gostaram???

Entenda mais sobre a pele oleosa.

 
Meninas,
vamos falar sobre pele oleosa, e como cuidar especificamente. Assim você saberá direitinho como fazer seu tratamento , como comprar seus produtos e maquiagens.

Eu tenho a pele super, hiper , mega oleosa e sei o quanto é ruim, por isso estou passando a voces o que aprendi, e na compra de produtos para a limpeza e tratamento procure o melhor, você merece e sua pele agradece. rsss há rimou!


CUIDADOS COM A PELE OLEOSA


»»Para que serve a oleosidade da pele?

A pele oleosa elimina quantidades mínimas porém constantes de gorduras epidérmicas que irão formar, juntamente com o suor, uma película que cobre e protege a camada córnea, contribuindo para sua coesão, lubrificação e proteção. Quando as glândulas sebáceas produzem mais sebo que o necessário, a pele torna-se gordurosa. . No exame clínico, apresenta-se como uma pele brilhante, poros dilatados principalmente nas regiões central da face, nariz, bochechas e queixo. Tendem a formar cravos, geralmente é uma pele irritável.
»»Quais as características da pele oleosa?
  • Pele espessa com poros dilatados ( cravos escuros e claros)
  • Aparência a oleosa
  • Formação de rugas tardias
»»Quais doenças podem estar associadas à pele oleosa?
  • Acne
  • Rosácea
  • Dermatite seborréica
  • Hiperplasia sebácea


»»Como devem ser os produtos para pele oleosa?

Devem normalizar a secreção sebácea, possuir ação calmante e suavizante da superfície, muitas vezes espessa e irritada . Devemos considerar este tipo de pele frágil. Utilizar produtos adequados que não retirem em excesso a gordura da superfície, nem causem irritação.


»»Como tratar da pele oleosa?

Higiene: limpar com detergentes neutros, evitar os muito ácidos ou alcalinos. Evitar o desengorduramento excessivo, pois pode provocar efeito rebote na produção do sebo. Usar emulsões com baixo teor de gordura.

Tonificação: princípios ativos como o hamamélis, calêndula, hortelã, cânfora e mentol podem contribuir no controle da oleosidade e promover uma ação antiinflamatória.

Correção: devemos prevenir e eliminar os cravos, descongestionar, hidratar e prevenir o envelhecimento. Loções não oleosas ou géis são mais adequados para este tipo de pele.

Estímulo: os principais agentes de estímulo são os derivados da vitamina A (retinóico, retinaldeído), os alfa- hidróxiácidos( glicólico, láctico), ácidos salicílico, propilenoglicol e uréia.

Proteção: protetores solares adequados para prevenção do envelhecimento. Dar preferência aos veículos não oleosos.

                                                   Bjos